segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Liberdade



Queria ser livre, para falar, sem medo do que virá a seguir, agir, sem precisar me preocupar com as consequências, viver, sem pensar em cada passo que dou adiante... Por diversas vezes fico presa, pelo que vão dizer, pelo que vão pensar das minhas ações e a grande maioria dessas vezes não vou adiante com meus pensamentos... Muitas vezes nos prendemos pelo medo do julgamento, do que dirão pelas nossas ações e atitudes, sendo assim nos deixamos ser derrubados sem nem mesmo tentar para no fim pelo menos poder dizer: Eu tentei! Estamos presos as nossas próprias correntes, de medo e tormento, de atitudes fracassadas antes mesmo de saírem "do papel", deixamos nossa imaginação ser castrada e não a alimentamos como deveríamos, este é um dos MEUS maiores pecados!

Quando eu era mais nova, lá nos meus 15 anos, eu amava desenhar, era uma das coisas que eu passava mais tempo fazendo, por vezes horas e horas... Aula de artes era uma das minhas preferidas na escola! Mas um dia tudo mudou, por que eu conheci alguém que em meu julgamento, desenhava muito melhor que eu e ao invés de tentar melhorar eu simplesmente baixei o lápis, por assim dizer, deixei de fazer algo que eu amava demais por pensar que outras pessoas não iriam falar bem dos meus talentos como desenhista...

Mais tarde quando eu estava com 18 anos, adorava cantar, em algum momento alguém disse que minha voz era linda e que faria sucesso em algum lugar do mundo, mas bastou uma pessoa dizer que minha voz era horrível e que eu estava fazendo aquilo de maneira errada que eu me calei, nunca fui atras do sonho de liberar minha voz pro mundo e ainda hoje quando alguém me ouve cantar fica espantado dizendo que nunca pensou que eu pudesse ter uma voz assim para canto, mas eu me calo, pelo medo de ser rejeitada, de virar piada, medo do julgamento!

Hoje eu trabalho com arte gráfica e me viro como posso, mas nem sempre saio por ai mostrando meus trabalhos e dizendo o que faço, justamente por estas correntes que me prendem ao julgamento, o qual eu mesma deixo cair sobre mim, mas que afinal, são as pessoas que me julgam? Ou sou eu que complico, me auto julgando incapaz?

Pare um pouco pense e analise sua vida, será que nosso querer de liberdade, quem nos prende são os outros? Ou nós mesmos? As pessoas são malvadas e algumas poderão fazer de tudo para te derrubar, mas nunca seja refém de seus próprios pensamentos, liberte-se, deixe fluir, de asas a sua imaginação, seja quem você quer ser e não o que você pensa que as pessoas esperam que você seja! Não seja um robozinho, aja por impulso as vezes, faça aquilo que te faça FELIZ! Viva o máximo que puder como se cada momento fosse único, pois afinal, ele É ÚNICO! Tente não se arrepender de algo que fez, pense nisso como um lembrete para no futuro fazer diferente... E acima de tudo, siga a vida de maneira leve, não seja duro consigo mesmo, pare, respire fundo que no fim tudo dará certo!


2 comentários:

  1. Olá moça,não deixe que os outros ditam o que vc deve ou não fazer, vc é um ser único com grande dom.Não de bola, siga sempre teu coração.Walt Disney disse:"Todos os seus sonhos podem se tornar realidade se você tem coragem para persegui-los" e como Tim Ferriss diz:"Pense grande e não dê ouvido às pessoas que dizem que não pode ser feito. Avida é curta demais para pensar pequeno" Boa sorte Moça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Celtic! Realmente, a vida é muita curta para ficarmos nos preocupando, estou tentando melhorar isso, agradeço as palavras de incentivo! <3

      Excluir